O Gainesville Health & Fitness Center*

Na semana passada voltei de Gainesville para a nossa terra, depois de um pequeno estágio de uma semana num dos melhores ginásios do mundo (dizem): o Gainesville Health & Fitness Center.

Quando cheguei fiquei pouco admirado com a dimensão das instalações, pois estava à espera de outra grandiosidade (nos EUA e mesmo na Europa existem clubes com a mesma dimensão; Portugal tem pelo menos um ou dois do mesmo tamanho).

Mas a sua grandiosidade está noutros aspectos muito mais importantes:

  • Cerca de cinco mil metros quadrados que nasceram à cerca de 25 anos atrás.
  • Vinte e quatro mil sócios.
  • Uns 300 funcionários.
  • $45 USD de mensalidade que inclui todas as actividades do clube: sala de musculação onde os instrutores mudam pesos, fazem ajustamentos e registam os valores no programa de treino, aulas de grupo (mais de 150 semanais), campo de basquetebol com dimensões oficiais e seis tabelas disponíveis, piscina, zona de pesos livres com mais de 90 peças de equipamento, duas grandes zonas de cardio com umas 200 peças de equipamento, balnearios, sessões educativas… Os únicos serviços pelos quais os sócios têm de pagar: personal training (nem sequer é anunciado, pois não é centro de lucro primordial do clube, no entanto factura mais de um milhão de euros por ano), programa de redução de peso e uma aula de pilates.
  • 73% de retenção.

A alegria dos sócios era contagiante. Cerca de 30% pertencem ao grupo dos chamados baby-boomers, mas por lá, anda gente desde os 13 anos de idade até aos 90? 95?, nem sei. Os funcionários trabalham mesmo em equipa e todos os supervisores já trabalharam na recepção, na sala de musculação e noutras tarefas. São pessoas que colocam em acção a missão do clube: “To keep Gainesville the healthiest community in America one person at a time, one business at a time.” A antiga missão do clube pretendia tornar Gainesville na cidade mais saudável da America, mas como agora já o conseguiram, tiveram de mudar os seus objectivos. É impressionante.

O mais espantoso de tudo é que o meio em que se inserem é extremamente difícil, lutando contra enormes contrariedades:

  • Uma população universitária a rondar os 50mil alunos da University of Florida, a qual dispõe de forma GRATUÍTA de vastas instalações desportivas: 3 instalações de fitness, nove campos, duas piscinas, vários courts, ginásios em todos os pavilhões, estádios para várias modalidades, instalações de apoio a esses estádios, pistas, um enorme campo de golfe… As fotos não mostram bem a grandiosidade das instalações, mas explorem:  campo de golfe, só para jogos têm estes estádiosinstalações só para recreação e alguns treinos, explorem bem porque quando pensamos que não havia mais, encontramos mais uns campos; eu acho que nem eles sabem aquilo que têm; tudo é iluminado, pois de noite é sempre a bombar!).
  • Uma população de 117,182 habitantes na cidade (vejam o website da cidade), o que significa cerca de 20% da população a treinar no clube, o que significa ter de trabalhar bem para as más notícias não correrem depressa.
  • Os Americanos são extremamente sedentários, deslocando-se exclusivamente de automóvel e não mais de 10 a 15 minutos para acederem a serviços, procuram todo o tipo de automatismos para evitar dispendios energéticos…
  • Vários ginásios e instalações do tipo YMCA.
  • As pessoas têm uma série de solicitações mais interessantes, pois a cidade está a menos de 2horas das praias da Florida, de Orlando com as suas atracções, de Daytona…

Enfim, um grande exemplo para todos os fanáticos do fitness (não será bem para esses). Este clube vende saúde, educa as pessoas para melhorarem o seu estilo de vida num ambiente nada intimidatório (para aqueles que gostam do fio dental e da camisola cavada, não é lá que as vão encontrar), sem música no volume da discoteca, sem calor (existem grandes ventoinhas a cada 4 ou 5 metros quadrados, …).

Pensava eu que ia encontrar instalações decoradas ao detalhe, complicados sistemas de gestão, máquinas sofisticas.. Mas não.

A razão do sucesso desta empresa no meu entender e após frequentar reuniões internas, acções de formação, viver no ginásio muitas horas (eu só queria confirmar aquilo que eu já suspeitava e que faz o sucesso das MELHORES empresas na área dos serviços):

  • O sonho e a liderança de Joe Cirulli
  • As pessoas (sobretudo a forma como elas são recrutadas: pela sua atitude e talento e não pelas suas qualificações)
  • Liderança (aprendi muito sobre isso no terreno)
  • Formação (a palavra Inglesa é training; neste clube faz todo o sentido, pois o treino dos funcionário ao nivel do serviço é de facto regular e quase diário)
  • Ownership (sentido de pertença; os funcionários agem sempre, sempre, sempre como se o clube fosse deles)
  • Orientação para os resultados
  • Coisas simples bem feitas e com emoção genuína
  • Ambiente livre de intimidação
  • Claro conhecimento de: quem somos, de onde vimos e para onde vamos (demonstrado por todas as ACÇÕES dos funcionários que na sua maioria não sabiam quem eu era e o que estava lá a fazer, no entanto reagiram de uma forma genuína, falando orgulhosamente dos números do clube, do passado e do futuro)
  • Resolução de problemas na base de: reflexão sobre as próprias experiências – reformulação de pequenas coisas no sistema – aplicação imediata – repetição do ciclo.
  • Certamente não é devido a: equipamento bonitinho, decoração das instalações, balneários de luxo, ou outra classe de desculpas que nós Portugueses estamos sempre a dar para sermos piores do que os outros.

Nos últimos 5 anos visitei clubes e estive em acções de formação em Seattle, California, Phoenix, Las Vegas, Toronto, Vancouver e na Europa, tenho frequentado ginásios desde o meu nono ano de escolaridade (1985), mas ainda não tinha visto nem sentido um ginásio como este.

Estive 10 dias na Florida onde fiz mais de mil quilómetros (na sua maioria em Gainesville), no País dos carros mais potentes do mundo, no País com mais automóveis por habitante e apenas vi 3 pequenos acidentes, os mesmos que encontrei na noite em que cheguei a Portugal. Será problema de atitude?

Agora vamos lá tentar aplicar algo daquilo que aprendi e continuar a fazer aquilo que está ao meu alcance, começando por fazer passar esta mensagem, esta importante informação: estudem clubes como este, estudem empresas como esta e procurem aplicar duas ou três coisas que aprendem no vosso dia a dia.

*Originalmente publicado nos Apontamentos do Sena:

2 Replies to “O Gainesville Health & Fitness Center*”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s