O ano novo não é boa época para mudar!!!

Les Très Riches Heures du duc de Berry; Janvier
Les Très Riches Heures du duc de Berry; Janvier (showing the day of exchanging gifts in January) Musée Condé, Chantilly

Luar de Janeiro não tem parceiro, mas o de Agosto dá-lhe no rosto.

Provérbio


Estamos a aproximar-nos do final do ano. Época de grandes festas. Época de muita comida, pouca actividade física, menos trabalho, mais ingestão calórica e menos gastos energéticos. Época de maior perda de músculo de maior atrofia de todos os sistemas… Quebramos as nossas rotinas de exercício, sono e alimentação. Para a maioria, a quebra é um desastre, porque agravam os maus hábitos de sono, alimentação e exercício. Para os que têm bons hábitos, podem ser umas pequenas férias.

É no mês de Dezembro, juntamente com o mês de Agosto que se registam os valores mais baixos de visitas aos ginásios. E a debandada começa logo nos primeiros dias de Dezembro (cá para mim o provérbio… É isso! Porque não pensamos nisso antes! O luar!!! A Lua não deixa treinar o pessoal!).

Deve ser por termos mais tempo disponível para pensar e reflectir, que decidimos sempre mudar no início do novo ano. Mudar tudo! Época de grandes decisões teóricas, mas… Grande azar! Escolhemos um dos piores períodos do ano para a mudança relacionada com exercício físico e alimentação. De facto, as circunstâncias não são as melhores.

Eis algumas das barreiras a superar:

  • O ano lectivo só termina em Junho. As empresas, as escolas, funcionam demasiado presas a um sistema que pára em Agosto e começa em Setembro. Aqui não posso mudar nada a não ser a atitude. Se estivéssemos no Brasil ou na Colômbia…
  • As férias grandes são em Julho/Agosto. Melhor nem pensar nisso! Falta tanto!!!
  • O bom tempo chega em Abril/Maio. Tá quase!
  • As festas implicam muita comida, muito açúcar e muita bebida… Calorias vazias. Vou escolher os melhores alimentos e reduzir as doses… Pode ser! Vou comer nozes e amêndoas e menos doces…
  • Abundam os chocolates lá em casa (item cada vez mais oferecido no Natal). Adoro chocolates!!! Os que me oferecerem guardo num cofre, ofereço a quem necessite… Quando se trata de chocolates, sou egoísta!
  • O dinheiro gasta-se em prendas e ficamos com pouco para gastar em mensalidades de ginásio ou comidas saudáveis (que estão cada vez mais caras). É melhor comprar menos coisas para as festas. Quanto mais comprar… Mais se come!
  • Faz um frio terrível! Só dá vontade de ficar em casa. Toca a vestir camisolas e sair para a rua. Vamos cantar as Janeiras!
  • A paisagem cá fora não é como a da Primavera. As cores da Natureza são pouco vivas e os animais que animam os espaços exteriores andam hibernados, escondidos, em metaforfose atrasada… Recuso-me a levar auriculares para a Natureza!
  • Os dias são mais pequenos. A melatonina anda doida no nosso corpo. Ai! Não sei que solução dar a este desafio! Acendam as luzes!!!!
  • Começa com grandes noitadas (dizem que são de despedida do ano velho; os meus amigos Espanhóis chamam-lhe “noche vieja”) e ciclos de sono completamente alterados.
  • Não há promoções nos ginásios. Então gente? Onde estão essas acções de promoção? E as de prevenção de abandono dos sócios?

E com todas estas circunstâncias escolhemos… Janeiro?!!! Primeiro mês do calendário (dizem que era o 11º mês do calendário civil para os Romanos)… Bonito luar… Mês do meu aniversário… Mas… Não é propriamente o mês mais indicado para mudanças relacionadas com o corpo. São demasiadas barreiras. Grandes desafios!

Porque não trocar pelo mês de Setembro? O início do ano deverá ser mês de persistência, de continuidade para vencer o mau-estar climático. Só mesmo se tivermos muita força de vontade. Fica bonito porque muda um dígito e porque se diz que no ano novo se começa vida nova… Que grande forma de começar para o nosso corpo. Com exageros alimentares, fechados dentro de casa… Hummm! As grandes mudanças no hemisfério Norte não se fazem em Janeiro. Ou será que sim?

Cá estarei para vos ajudar a ultrapassar as barreiras! Mas podiam ter escolhido melhor fase para mudar :). Até porque… “Mudar” é fácil. Manter e melhorar é a chave do sucesso no exercício físico.

Boas Festas!

PS: Como vivo a meia dúzia de quilómetros da fronteira com Espanha… Vou mudar duplamente. Vou ao lado de lá e formulo os meus desejos. Depois regresso ao meu Portugal e volto a mudar! 🙂

One Reply to “O ano novo não é boa época para mudar!!!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s