Quem Sou

Paulo Sena no ginásio 2-YOU

Bio

Comecei como preparador físico aos 17 anos no futebol do CCD da Segurança Social no Porto. Quase na mesma altura em que me inscrevi no Ginásio Martinez (Porto) há quase 30 anos para recuperar de uma cirurgia à coluna vertebral. Fiquei, acreditei no Pai Natal e fui enganado como muitos pela indústria do fitness, treinando como aqueles que tomavam esteróides, comendo como eles mas sem ter o sumo cá dentro. Estou metido nesta indústria do fitness e do exercício há tantos anos que acabei treinando milhares de pessoas de todas as idades, sedentários e atletas de alto-rendimento, estudando sempre muito e procurando ajudar pessoas que dormem pouco, comem mal e de vez em quando vão ao ginásio. É para esses que eu escrevo, é para os professores que lideram essas pessoas. Os outros que treinam todos os dias, dormem 8h por dia e preparam religiosamente as suas refeições, são um achado. E mesmo esses beneficiariam de algumas reflexões que podem encontrar nos artigos.

Tenho 4 filhos, duas gémeas (com alguns meses apenas), faço 40 a 60h de carro por mês, trabalho 10h por dia, sou um tipo normal e aos 47 anos já tive de recuperar de muitos problemas pessoais, físicos, sociais e psicológicas como todo e qualquer ser humano. Como tal, continuo a treinar, aprendendo com os erros, experimentando em mim próprio primeiro, para depois aplicar nos outros, ou simplesmente eliminar essas soluções.

Sem arrogância digo que o meu ponto forte é a integração que faço das várias áreas do conhecimento (psicologia, sociologia, biologia, anatomia, marketing…) necessárias para intervir como treinador/educador, usando o exercício físico para mudar o comportamento das pessoas no sentido destas terem um estilo de vida mais saudável para melhor desfrutarem dos dias que cá passam.

Alguns dos meus recordes absolutos foram batidos recentemente, outros já lá vai tempo. Consciente que a idade interfere na performance atlética, no metabolismo, na recuperação, e que as asneiras físicas do passado comprometem o treino atual e nos fazem estar constantemente a adaptar, ainda estou no ativo, lutando contra a absurda ideia que um personal trainer deve pendurar as botas como um futebolista aos 30 anos. Devo dizer que é por volta dessa idade que estamos prontos para começar a treinar devidamente alguém, pois tendo eu licenciatura, mestrado e doutoramento, considero o conhecimento teórico não aplicado, algo de pouco valor isolado. Logo, é preciso tempo e dedicação para fazermos algo muito bem feito, que por sinal é a nossa paixão. Ciente que não repeti um ano 10 ou 20 vezes, é com um misto de experiência, ciência e arte que escrevo estas reflexões sobre o treino em geral, o treino em ginásio para os seres humanos que pretendem continuar a treinar e dar treinos nos próximos 30 ou 40 anos.

Redes Sociais

 Twitter|Facebook|Google+|Instagram|Linkedin

Media

Sala de Troféus

Já treinei em mais de 100 ginásios diferentes 🙂

Curriculum Vitae

Veja um resumo do CV.

Fotos

Podem ter acesso a algumas fotos profissionais e pessoais em